domingo, 25 de setembro de 2011

Silêncio Mudo


Mudo, é o silêncio das palavras
Que se fazem ouvir
Pelos ouvidos surdos
Da tua voz.

O silêncio não é mudo.
O silêncio só é mudo
Quando tento encontrar
As palavras certas
Para dizer o que sinto.

É mudo, fica mudo;
Quando tento arranjar

A coragem necessária
Para responder o que queria.


Mas, o silêncio não é mudo.                                                                                                                      

Mudos são os que tentam falar pelo silêncio.

Mudos são os que calam.

Mudos são os que não conseguem escutar as palavras

Que o silêncio diz.

Por mais palavras que tente arranjar
O meu silêncio será sempre mudo,
Pois não me consigo largar desta cobardia,
Não me consigo largar da ideia que os olhos alheios
Ouvem o que não consigo dizer.

Mas, as únicas coisas que preciso dizer
Nunca serão ditas,
Pois quem quer realmente saber
Ouve o meu silêncio.



                                                                                                                                     Tiago Mindrico   25/09/11


4 comentários:

biacarolino disse...

Continua assim, vais chegar longe =)

Aquela menina. disse...

Mais um vez, um poema fantastico.:)

Aquela menina. disse...

Pois é ja agora, sempre tenho aquele filme que estavas a falar xD

Viagem Sem Retorno disse...

Gostei. Aproveito para deixar o endereço do meu blog:
http://viagemsemretorno.blogspot.com/